terça-feira, 29 de abril de 2008

Pentecostalismo

O que é Pentecostes?


Resposta: É um nome dado a uma das festas judaicas (o Sábado Semanal; Páscoa e Pães Asmos; Primícias; Pentecostes (semanas); Festa das Trombetas; Dia da Expiação, Festa dos Tabernáculos), eram festas levíticas que tinham três objetivos básicos: 1- Político: manter a nação unida por meio de convocações regulares; 2- Social: Renovar amizades nas festas da colheita; 3- Religioso: Adorar ao Deus da aliança e lembrar o relacionamento com Ele baseado na aliança.


No caso da Festa de Pentecostes, recebeu este nome justamente por ser comemorada no qüinquagésimo dia depois do segundo dia da Páscoa. Os judeus a chamava de festa das Semanas, visto que se observava sete semanas depois da Páscoa.


Obs. 1: Como o judaísmo é uma das mais antigas religiões, estas festas ainda são observadas, principalmente entre os judeus ortodoxos.


Obs. 2: Estas festas são mencionadas nos dias de Cristo. Exemplos:

- Sábado: Mateus 12:10; Marcos 1:21; Lucas 6:5; João 5:16;
- Páscoa: Mateus 26:18; Marcos 14:12; Lucas 2:41; João 6:4;
- Pentecostes: Atos 2:1; I Coríntios 16:8.


Pergunta: O que é Pentecostalismo?


Resposta: É um movimento-Seita que tem como convicção de que os dons milagrosos ou os sinais que o Senhor Jesus deu "aos Apóstolos" e às igrejas primitivas não cessaram, e que ainda estão disponíveis e sendo exercitados por cristãos hoje. O Pentecostalismo reivindica que Deus ainda dá dons milagrosos para o homem hoje.


É conhecido também como movimento carismático (principalmente nos meios católicos). Ele surgiu mais ou menos no ano de 1.900, num grupo de metodistas e depois entre batistas e presbiterianos.


Há três grupos deste movimento:


1º Grupo: enfatiza e fala em línguas estranhas, tendo como ponto de expansão a Igreja Missão Apostólica da Fé em Los Angeles, que em 1914 teve seu nome mudado para a Assembléia de Deus. O ponto principal de sua pregação era que só tinha o Espírito Santo quem falava em línguas. Outra igreja, é a Congregação Cristã que seu fundador era Presbiteriano e os fundadores da Assembléia no Brasil foram um ex-Pastor e um irmão excluídos da Fé Batista. "Este grupo é mais legislador."


2º Grupo: Conhecido como a segunda geração de Pentecostais, surgiram a partir de 1950 após grandes cruzadas pelo país, surgindo então a Quadrangular, Brasil Para Cristo, Igreja Nova Vida, Deus é Amor, Só o Senhor é Deus, Casa da Benção e outras, fundadas por ex-membros delas mesmas, com seus cultos mais desorganizados ainda e menos exigentes como as Assembléia e os Cristã.


3º Grupo: Chamados Neopentecostais ou 3ª geração dos pentecostais. Eles não se apegava a questão de roupas, de televisão ou de costumes, tem um jeito diferente pra falar de Deus, e para eles o mundo está tomado por demônios e seu dever é expulsá-los (doença=demônio), pregam a prosperidade como meio de vida (pobreza é coisa do diabo), seus cultos são sempre "emotivos" objetivando uma libertação do mundo satânico, possuem como ponto forte a "adoração coletiva" que é realizada em ritmo festivo e alegre, que segundo eles é o momento quando todos se fazem um, no Espírito Santo e se preparam para receber os dons espirituais. O clima dos cultos é emocional e envolvente criado pelo uso de música popular, de diversos estilos (pra agradar todas as tribos), sua música adora o "Espírito Santo" e exalta o "EU".


Eles visam romper barreiras entre o Religioso e o popular e que na adoração a cultura de cada povo não pode ficar de lado, trazendo o profano pra dentro da igreja (danças, festas, teatros).


A maior delas é a Universal seguida pela Internacional da Graça, Renascer em Cristo e infelizmente algumas "Batistas" como a da Lagoinha, Belo Horizonte, Minas Gerais. Negam o "Ide e Pregai o Evangelho", Marcos 16:15


Tiveram seu início em 1950 e foram seguidos pelos Católicos em 1960 que só conseguiram o agrado do Papa em 1975.


Refutação


Dom do Espírito Santo: Ele já existia antes do Pentecostes Gênesis 1:2; Neemias 9:20; Salmos 51:11; Isaías 63:10; 2 Pedro 1:21.


No dia de Pentecostes ele foi derramado em primeiro lugar para dar autoridade aos apóstolos como líderes da igreja capacitados, ou seja, ordenados por Cristo em Marcos 16:14 ao 18 (ver o 17). Em segundo lugar, como parte da profecia de Joel 2:28; Mateus 3:11; Atos 2:17. Em terceiro lugar, autorizar a igreja, Atos 1:4 ao 8. Em quarto lugar, como Consolador residente e mestre dos crentes João 14:16,17; I João 2:20, 27. Em quinto lugar, para convencer o mundo, João 16:8 ao 11.


Os dons extra-ordinários foram dados aos Apóstolos: Atos 10:39 ao 42; João 15:27; Atos 1:22; I Coríntios 15:5.


É errado dar Ênfase ao Espírito Santo: João 16:13 e 14; Atos 1:8


Experiência Humana é enganosa: Isaías 8:20


Um só Batismo: Efésios 1:13; 4:30


Fruto do Espírito: Gálatas 5:22 - Produz quem tem o Espírito Santo.


Fim da Era Apostólica: Ninguém mais tem o poder de usar ou dispensar dons a outros. Gálatas 1:8,9; I Coríntios 15:8 ao 10; I Coríntios 14:40


Comparação Batismo do Espírito Santo e o Fogo: Mateus 3:11 - Atos 1:5


O que a Bíblia diz Sobre os Pentecostais: Romanos 16:17; I Coríntios 5:11; II Coríntios 11:4; II João 9-10; II Coríntios 6:14 ao 17; Gálatas 1:6 ao 10; Mateus 7:15 ao 23.


Bibliografia


HATCHER, John Albert, Conheça o Espírito Santo
HATCHER, Paul, Conheça Melhor o Antigo Testamento
JUSTICE, Laurence A., Uma Igreja Batista Deve Abraçar o Pentecostalismo.
REIS, Aníbal Perreira, Católicos Carismáticos e Pentecostais Católicos;
SIMMONS, Thomas Paul, Estudo Sistemático de Doutrina Bíblica.
STEFANO, Gilberto, Historia das Igrejas Cristãs, estudo não publicado.


Fabio Roberto Guedes

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui o seu comentário!
[Identifique-se com o seu nome e e-mail]

Siga por Email

Assine O Bereano

Seguidores