sexta-feira, 25 de abril de 2008

Apostasia Pastoral

Antigamente os pastores batistas eram bíblicos em sua maioria. Pregavam a Palavra de Deus, confiando e afirmando plenamente a sua inerrância, de modo a edificar os membros das igrejas onde pregavam.


Infelizmente, hoje em dia, quase todos já deixam os seminários repletos de heresias no cérebro e nos bolsos, para logo começarem a desencaminhar as ovelhas, sempre mais preocupados com o salário que vão receber e com e sua auto-realização do que com a pregação da verdade.


Depois de enveredarem pela teologia reconstrucionista/dominionista de fonte católica (Agostinho de Hipona), pelas "células" de Yonggi Cho, pelos  "propósitos" de Rick Warren, pelas "colheitas" de Rick Joyner, "pela teologia do auto-endeusamento" de Robert Schuller e dos "mestres da Palavra da fé", e pela "Oração Contemplativa" (ocultista) de Richard Foster e de outros "provedores" da Nova Era, eles têm causado irreversíveis danos às ovelhas que se alimentam de suas pregações, as quais nunca se dão ao trabalho de conferir os seus ensinos pela Palavra de Deus, conforme deveria agir todo cristão bereano. O que eu tenho visto em nossa igreja é gente cochilando, enquanto o pregador fala, o que às vezes é até benéfico, quando se trata de um desses pregadores (sobressalentes ou) modernos. Ontem  uma irmã confessou-me, candidamente, que sempre cochila, quando não gosta do pregador, ao que respondi: "Pois eu fico mais atenta ainda, a fim de checar as heresias que eles pregam".


Temos aqui o exemplo de um desses pastores, segundo denúncia recebida de um irmão com quem me correspondo na Internet: "Pastor  batista  afirma  que  a  história  de  Davi  e  Golias era  apenas  um  folclore  da  cultura  árabe. Ele também  diz  que  não  haverás  arrebatamento  coisa  nenhum,  pois  o  homem  apenas  morre  e  passa  para  a  eternidade. Ele diz  ainda que  muitos  católicos  entrarão  primeiro no  reino  dos  céus,  já  que  não  ficam  condenando   outras  igrejas etc."


Como se pode ver, além de negar a verdade bíblica, esse pastor liberal apóstata ainda valoriza a teologia dos papas, em vez da Palavra de Deus. Segundo o seu pensamento, criticar as igrejas heréticas é um "pecado mortal", o que nos leva à conclusão de que o Apóstolo Paulo, Judas e outros apóstolos de Cristo já estão penando no "inferno de fogo", em vez de estarem usufruindo as delícias espirituais prometidas no  "reino de Deus", segundo a 1 Coríntios 2:9: "As coisas que o olho não viu, e o ouvido não ouviu, e não subiram ao coração do homem, São as que Deus preparou para os que o amam".


Para os irresponsáveis espirituais que têm se tornado adeptos do Movimento Carismático, com os sinais, maravilhas e outras aberrações, alguns até mesmo se autodenominando "apóstolos", quero apresentar os seguintes versos de Paulo e Judas, respectivamente: "Porque [...] são obreiros fraudulentos, transfigurando-se em apóstolos de Cristo". "... homens maus e enganadores [que] irão de mal para pior, enganando e sendo enganados". (2 Coríntios 11:13; 2 Timóteo 3:13). "Estes são manchas em vossas festas de amor, banqueteando-se convosco, e apascentando-se a si mesmos sem temor; são nuvens sem água, levadas pelos ventos de uma para outra parte; são como árvores murchas, infrutíferas, duas vezes mortas, desarraigadas; ondas impetuosas do mar, que escumam as suas mesmas abominações; estrelas errantes, para os quais está eternamente reservada a negrura das trevas" (Judas 1:12-13).


A grande novidade é a de certos pastores pregando a "infalibilidade pastoral". Tudo que não presta no Catolicismo Romano está sendo assimilado por essa cambada de enganadores espirituais. Daqui a pouco, todos eles estarão pregando o  purgatório e se ajoelhando diante das imagens de Maria e dos "santos", pois "água benta" e "óleo consagrado" eles já usam, sob os nomes de "água do Jordão" e "óleo de unção". Eles também já têm o seu "papa", o qual, usando o título de Líder do Movimento Apostólico, é nada menos que C. Peter Wagner.


Mary Schultze

2 comentários:

Anônimo disse...

Concordo plenamente com o texto. Pois, Já estamos vivendo os tempos dificil que o apostolo Paulo falou. Estamos vivendo uma completa distorção da mensagem Biblica. Estão pregando "outro evangelho". Devemos mesmo é denunciar ao povo de Deus sobre o perigo dos falsos pregadores do Evangelho.

pr. Denivaldo José

sirleide disse...

Descobri este blog hoje, e tenho postado um comentário para cada
postagem que estou lendo. Devo dizer sinceramente que até aqui tenho me surpreendido que haja tantas pessoas que denunciem com tanta coragem tudo isto que tem sido crido como "evangelho de Cristo", e ensinamentos bíblicos em igrejas que se dizem cristãs. Existem várias passagens no AT, nos profetas, especialmente em Jeremias, que contemplava o castigo que Deus traria sobre a nação idólatra e impenitente, que se recusava ouvir a voz do seu Deus, e voltar-se para Ele. Em todas elas Deus está contra os falsos Pastores e falsos líderes do povo ou rebanho.Também em zacarias 11:5:" Aqueles que compram as ovelhas não são castigados quando as matam e, depois que vendem a carne, dizem:Graças a Deus!Ficamos ricos! nem nem mesmo os próprios pastores têm pena delas." NTLH.E em Ezequiel 34:10:" Eu, o SENHOR Deus,declaro que estou contra vcs.Tirarei de vcs as minhas ovelhas e ñ deixarei que vcs sejam os seus pastores.E ñ deixarei que continuem a ser pastores que cuidam dos seus próprios interesses.Livararei minhas ovelhas do poder de vcs para que vcs ñ continuem a devorá-las." NTLH. Paulo diz que "tudo que foi escrito, foi escrito para nosso ex." Jesus diz que Suas ovelhas ouvem sua voz e o seguem, porque é o verdadeiro pastor, aquele que deu a vida pelas ovelhas.Mas se faz necessário que seja alçada a voz do verdadeiro pastor do único rebanho. Creio mesmo que Deus já está preparando um povo, que como disse o Senhor:"- O adore em espírito e em verdade." Jo 4:23. E estes com certeza cheios do Poder do Espírito de Deus hão de cumprir a profecia que está em Apoc 18:1-5:" Depois disso, vi outro anjo descendo do céu; e a Terra ficou iluminada com a sua glória. Ele então gritou com voz poderosa:"Caiu, caiu Babilônia(símbolo de confusão, no caso confusão religiosa, e idolatria.), A Grande!...Porque embriagou as nações com o vinho(doutrinas) do furor da sua prostituição;...Ouvi então outra voz do céu que dizia:"Saí dela, ó meu povo. Para que ñ sejais cúmplices dos seus pecados e atingidos por suas pragas...e Deus se lembrou das suas iniquidades." A Bíblia de Jerusalém.

Postar um comentário

Deixe aqui o seu comentário!
[Identifique-se com o seu nome e e-mail]

Siga por Email

Assine O Bereano

Seguidores