quarta-feira, 4 de fevereiro de 2009

O falar em línguas ao longo da história

O montanismo - é um movimento herético cristão iniciado por Montano por volta do ano 170. Também é denominado heresia dos frígios (cidade da Ásia menor) ou dos pepuzianos, para indicar a região de origem e o centro do movimento. Duas profetizas, Priscila e Maximila, logo se tornaram seguidoras de Montano. Eles afirmavam ser porta-vozes do Paracleto, o Espírito Santo. Eles criam que às vezes Deus falava por meio deles na primeira pessoa, como por meio dos profetas do Antigo Testamento. A sua mensagem principal era a proximidade do fim do mundo e da segunda vinda de Cristo. Como preparação para isso, os cristãos eram exortados a praticar um rigoroso ascetismo (a disciplina e o auto-controle do corpo e do espírito) abstendo-se de relações conjugais e fazendo numerosos jejuns. Também eram exortados a receber de bom grado as perseguições. O movimento de Montanus enfatizava sobretudo a continuidade dos dons extraordinários como falar em línguas e profecias. A Igreja Cristã reagiu fortemente contra o Montanismo. O fanatismo e as reivindicações de possuir revelações superiores às do Novo Testamento fizeram do Montanismo uma ameaça à Palavra de Deus. E diante desta ameaça à Palavra de Deus, a posição da Igreja foi condenatória. Em 381, o Concílio de Constantinopla, condenou o movimento como herético.

A história não registra entre Cristãos a ocorrência de falar em línguas extático (causada por êxtase) até o início do século XX, quando começa o pentecostalismo. Porém, em alguns grupos pequenos e isolados, os quais se diziam cristãos, houve a ocorrência de um falar em línguas extático. Vejamos alguns destes que alegaram ter tido este "dom":

1. Século 17

a. Os Quacres: Diziam que a experiência devia julgar a Bíblia e não o contrário, há alguns relatos de que houve o falar em línguas entre eles.

2. Século 18

a. Ann Lee e seus discípulos (Shakers): Falavam em línguas enquanto dançavam...nus!!

b. Jansenitas: Falaram em línguas ao dançarem sobre o túmulo de Jansen...também nus!!

3. Século 19

a. Irvingitas: Sua principal característica era a de criar novas revelações além das presentes na Bíblia Sagrada.

O falar em línguas extático (causado por êxtase) entrou para o Cristianismo, através do movimento pentecostal iniciado no século XX.

Rev. Welington Alves

www.obereano.blogspot.com

Siga por Email

Assine O Bereano

Seguidores