quarta-feira, 13 de agosto de 2008

Unção dos Quatro Seres? Que Miséria é Essa?

Imagine uma igreja onde um grita histericamente, o outro pula desordenadamente, outro rodopia, alguns imitam animais e outros "falam em línguas" o mais alto que podem em clara desobediência a Bíblia. Isto é ou não é confusão (ICo 14.33)? Pois isso é o famoso movimento herético da "adoração extravagante" (e bota extravagante nisto!) que tem trazido a cena a tal "unção dos quatro seres" que por si só já escandaliza crentes e incrédulos.

Confesso que nestes meus 28 anos de caminhada cristã, presenciando tantas "bizarrices" e "esquisitices" tais como unção do riso; unção apostólica; crentes de 2ª classe; troca de anjo da guarda; arrebatamento ao 3º céu seguido por "novas revelações"; festa dos sinais; baladas gospel; sal grosso para espantar mal olhado; maldições hereditárias; encostos; óleo ungido; sessões do descarrego; ministrar louvores de costas; pulseiras proféticas; Levitas (este já cumpriu sua função e foi substituído pelo ministério de Cristo Hb 7:5-28); caçadores de deus (misericórdia!!); etc., achava que nada mais me surpreenderia, no entanto, sou obrigado a admitir que fiquei enojado quando me deparei com este mais novo tipo de "unção".

Esta tal "unção" é a mais nova moda entre a juventude "evangélica" brasileira, mas o que isso seria exatamente?

Felizmente meu curso no CETEO é de teologia mas receio que deveria ter cursado "zoologia" a fim de entender esta nova bizarrice. Em primeiro lugar, o termo "unção dos quatros seres" não aparece em nenhum lugar das Escrituras e em toda a historia do cristianismo não existe qualquer referência a tal unção. Baseando-se em Ap 4.7, que descreve quatro seres viventes, um semelhante ao leão, outro semelhante a águia, outro semelhante ao novilho e outro semelhante ao homem, os adeptos desta "zooteologia" herética acreditam que pessoas - em um estado completamente alterado de consciência - recebem a tal "unção dos seres viventes" e começam a imitar os bichos descritos, rugindo e andando de gatinho como um leão, batendo os braços como se fosse uma águia, imitando um novilho, ou, o que supostamente teria a "unção do homem", chorando descontroladamente. Não há nenhuma referencia Bíblica que algum servo de Deus tenha recebido tal "unção" e, além do mais, a Bíblia informa que os seres dizem: Santo, Santo, Santo, em vez de rugir, chorar, andar de quatro ou coisa parecida. Nem no Antigo Testamento, nem no Novo, nem na Igreja Primitiva e nem na Igreja da Reforma houve manifestações de pessoas recebendo a tal "unção". Não vejo na Bíblia ninguém "ungido" imitando animais. O que vejo é algo que beira o inverso disto.

Vejo uma jumenta falando (cf. Nm 22.28), mas não vejo nenhum personagem bíblico "ungido" zurrando feito um jumento - apesar de já ter presenciado um monte de "jumento" falando asneiras pelos púlpitos, rádios e TVs deste Brasil afora. Aliás, o único fato que conheço de alguém que se tornou tal qual um animal foi Nabucodonosor, mas foi devido a um castigo - e não a uma "unção" de Deus. A "imitação" imposta a ele foi tão perfeita que acabou comendo capim no relento como um boi, durante sete tempos (cf. Dn 4.31-34).

Não preciso ser nenhum mestre para saber que esta tal "unção" é uma falácia doutrinária. Alguns ainda têm a "cara de pau" de tentar respaldar na Bíblia esta atrocidade. Onde encontramos a palavra "unção" no texto de Ap 4.7 e quando foi que Jesus ou os Apóstolos ensinaram que receberíamos essa tal "unção dos quatro seres"? Para começo de conversa, quem disse que os quatro seres eram respectivamente leão, novilho, homem, águia? Será que os adeptos desta heresia estão tão cegos que não conseguem nem mais ler direito? O texto diz "semelhante" ao leão, semelhante ao novilho, semelhante ao homem e semelhante à águia. Qualquer pessoa pode ver que se trata de uma visão e não de uma unção, mas a "escola de interpretação alegórica" permite aos tais dar ao texto o sentido que sirva a seus interesses megalomaníacos. Não vejo o menor propósito em sair andando de quatro como um leão, saltitando como um bezerro, batendo os braços imitando uma águia ou chorando descontroladamente como um tolo. Aliás, a águia está voando e eu queria vê-los sair voando por ai. João, simplesmente por não conseguir identificar o que eram aqueles seres, comparou-os a elementos terrenos, apenas isso!

O Pastor Derek Prince em seu livro "Proteção contra o Engano" falando sobre esse assunto, cita manifestações que presenciou em cultos pagãos na África, onde as pessoas em transe recebiam "espíritos de animais" e começavam a agir como tais, rugindo como leão, dando cabeçadas em arvores igual aos elefantes e por ai vai. Não é preciso ir tão longe para presenciar esse tipo de coisa. Em terreiros de cultos afro-brasileiros também são comuns esses tipos de manifestações.

A verdade é que esta prática carece totalmente de apoio bíblico. Não há em toda a Bíblia uma única menção a tal "unção" ou "adoração extravagante". Ela é, na verdade, fruto da mente fértil de alguns líderes ávidos por notoriedade e dinheiro. Isso não é coisa de Deus e sim dos que a si mesmo se intitulam apóstolos, paipóstolos e sei lá mais o que! É incrível a capacidade inventiva destas pessoas. São ondas e mais ondas de novidades e quando pensamos que a capacidade criativa deles chegou ao fim, eis que surge uma outra novidade! De minha parte me contento com o louvor bíblico que nos manda adorar a Deus em Espírito e em verdade! (Jo 4.23,24)

Falsos mestres que têm propagado este besteirol nas igrejas

A Bíblia nos alerta sobre o surgimento de falsos mestres, com sinais e prodígios de mentira que enganariam, se possível, até os escolhidos (Mc 13.22). Entre muitos, gostaria de citar aqui, pela ligação com o nosso assunto e a notoriedade na mídia, dois destes falsos profetas:

1. Davi Silva (Ministério Casa de Davi)

A herética "unção dos quatro seres" foi divulgada por Davi Silva e pela "equipe de louvor" Casa se Davi (um dos integrantes é Mike Shea, famoso por ministrar louvores de costas) que inclusive compôs a música "a unção dos quatro seres" a qual incentiva os incautos a "adorar a deus" como os animais em questão. Este "ministério" é famoso pela música "digno é o cordeiro" - onde muitos desavisados cantam a todo pulmão "anjos e querubins estão no seu trono". Isto é totalmente antibíblico e satânico! Apenas um querubim quis estar no trono de Deus: foi Lúcifer (Is 14.13-15). Aliás, a ênfase dada por estes falsos profetas aos seres angelicais chega ao extremo da idiotice. Eles afirmam que anjos tocam bateria, além de cutucar os pregadores impedindo-os de conduzir o culto com racionalidade (interessante notar que a Bíblia ensina que devemos prestar um culto racional a Deus, cf. Rm 12.1). Em uma conferência realizada por este "ministério", uma pessoa ficou rindo durante pelo menos 30 minutos no chão pois disse que um anjo fazia cócegas nela. Isto seria cômico se não fosse trágico! Além da "unção dos quatro seres", esse ministério prega uma igreja judaizante, uso de pulseiras proféticas (parecidas com as usadas no candomblé), atos proféticos e muitas outras modas heréticas e bizarras.

2. Ana Paula Valadão (Diante do Trono - Igreja "Batista"(?!) da Lagoinha)

O famoso grupo "Diante do Trono" [até hoje me pergunto de qual trono?] através da sua protagonista, a Ana Paula Valadão - que se diz "batista" mas não é -, nos proporcionou uma das cenas mais ridícula da qual tive a infeliz oportunidade de ver. Num show a cantora em questão ficou andando de quatro no palco como "um leão", enquanto outros agiam e rolavam como bichos. O mais inacreditável é que ela ainda quis justificar seus atos citando textos do Antigo Testamento e cometendo os mais absurdos erros de hermenêutica! Senão bastasse isto, a tal "pastora" (outra heresia) Ana Paula presenteou seu pai com um leão esculpido em madeira, simbolizando a "unção" que ela recebeu. Veja o que ela declarou em seu blog pessoal: "Mamãe chorou tanto! Eu disse que ela e o papai são os leões grandes, e que nós somos os filhotes - pois compramos um leão pequeno para a nossa casa! É lindo! Forte! Ministra só de olhar!" Que absurdo é este? Isto é idolatria (cf. Ex 20.4)! Aos fãs e discípulos desta "pastora" cabem os dizeres de Ap 2:20: "Mas tenho contra ti o tolerares que Jezabel, mulher que se diz profetisa, ensine e engane os meus servos, para que se prostituam e comam dos sacrifícios da idolatria".

Não devemos tolerar falsos profetas em nosso meio ensinado heresias. Vamos banir de nossa igreja todos os modismos heréticos que estão invadindo as igrejas e provocando alienações e apostasias.

Confesso que não sei aonde vamos parar. Ao ler e ver aberrações como as narradas acima, sinto-me profundamente desanimado com os rumos da igreja brasileira.

Esta tal "unção" não passa de mais uma invencionice de quem quer manter preso a si as mentes incautas e totalmente desprovidas do menor senso crítico. Estas pessoas são como os meninos, citados por Paulo, que são levados de um lado para o outro por todo vento de doutrina (Ef 4:14). Para onde o vento do modismo gospel soprar, lá vão eles sem ao menos questionarem! E neste zoológico gospel lá estão eles, caçando deus, andando de 4, batendo os braços e saltitando como bezerros.

São assim por serem analfabetos de Bíblia e adoradores do extraordinário. Cultuam as "maravilhas" e por isso não se contentam com o modelo bíblico de adoração. Precisam estar sempre inventando uma novidade para massagear seus próprios egos e lhes dar destaque entre os incautos que gostam de tais "manifestações" esdrúxulas. Tais manifestações não têm nada a ver com o Espírito Santo de Deus. Ao invés de enaltecer o Evangelho de Cristo, tais atitudes tem servido para ridicularizá-lo. Devemos adorar a Deus da forma que Ele quer e exige e não do modo que queremos ou achamos que é o correto!

O que me chama a atenção é que a igreja evangélica brasileira diante de tanta tolice ainda advoga a causa de que estamos vivendo momentos de um genuíno avivamento. Eu lhe pergunto: Que avivamento é esse, que não produz frutos de arrependimento? Que avivamento é esse que não muda o comportamento do crente? Que avivamento é esse que não converte o coração do marido a esposa e vice-versa? Que avivamento é esse que rasga a relação entre pais e filhos? Que avivamento é esse que relativiza a ética? Faltam-nos lágrimas, choro e arrependimento diante de tantas aberrações. Falta-nos decência, leitura da Bíblia e compromisso com o Deus da Palavra e a Palavra de Deus! O culto deve ser uma solenidade racional para louvar a Deus, e não um entretenimento puramente emocional para satisfação pessoal.

Quanta bobagem, quanto besteirol sem nenhum respaldo Bíblico ou Histórico! Aquele que ensina ou faz uso de práticas que a Bíblia não ordenou é mentiroso, e como tal é filho do Diabo! Que Pastores, lideres e membros estejam vigilantes, para que ventos de doutrinas não invadam suas igrejas, causando divisão e confusão em seu meio. Fica aqui um alerta: Antes de convidar alguém para pregar ou cantar em suas igrejas, acampamentos, retiros etc., procure se informar bem sobre a linha doutrinária seguida por essa pessoa, para evitar futuros problemas. A Igreja de Cristo não deve aceitar nada que não esteja respaldado na Bíblia!

E antes que alguém venha me atacar dizendo que não posso julgar, já vou dizendo que não só posso como devo. O julgamento que a Bíblia proíbe é o julgamento temerário (sem fundamento, sem base). Os bereanos julgaram as pregações do apóstolo Paulo e, em lugar de serem criticados por isso, foram chamados de nobres (cf. At 17.11). João, o apóstolo do amor, nos diz: "Amados, não deis crédito a qualquer espírito; antes, provai os espíritos se procedem de Deus" (1 Jo 4.1). Paulo também nos exorta: "julgai todas as coisas, retende o que é bom;" (1 Ts 5.21).

Louvor extravagante? Caçadores de deus? Anjos e querubins no trono de Deus? Levitas? Unção dos quatro seres? Eu estou fora! Estou satisfeito com o dom das Escrituras que me dão instrução abundante para tudo que eu preciso saber!

(DAJ - compilado)

4 comentários:

Anna disse...

Muito bem colocado, irmão!

logan disse...

Irmão, que Deus continue te ensinado o caminho da verdade, porque realmene a coisa tá feia...
Estes falsos Profetas estão transformando a Glória do Deus Todo-Poderoso em vexame"...

Olha eu, nunca me interressei por estes louvores emocionais e deprecivos do Diante do Trono...

Que Deus o Abençoe abundantemente...
Flávio-SP

walkimar disse...

excelente texto. Muito elucidador. Que Deus nos ajude. Dá pra sentir a angústia do irmão e, em algumas frases, se irrita com tamanhã infatilidade da igreja brasileira, isso mesmo, com letra minuscula, pois estamos nos apequenando cada vez mais. EStamos apodrecendo antes de amadurecer. Precisamos de cuidados especiais do Agricultor. Se necessário, ELE vai cortar, e jogar para queimar. O SENHOR DA IGREJA NÃO DEIXARÁ BARATO. PRECISAMOS VIGIAR E ORAR. O SENHOR VAI BALANÇAR SUA IGREJA, AGORA SIM COM TODAS AS LETRAS EM CAIXA ALTA. QUEM ESTIVER FIRME, CONTINUARÁ, QUEM ESTIVER DE BRINCADEIRINHA, VAI COLHER O QUE PLANTOU.
TODA OBRA DE MADEIRA, FENO OU PALHA ACABARÁ. SÓ FICARÁ A QUE FOR DE OURO, PEDRAS PRECISAS E PRATA. OREMOS AO SENHOR DA SEARA. A IGREJA QUE JESUS ESTABELECEU É SEM MÁCULA, SEM RUGA, É UMA NOIVA EXEMPLAR, CUIDADORA, LINDA. ESSA NOIVA QUE ELE VEM BUSCAR. MARANATA, ORA VEM SENHOR JESUS.

teresa santos disse...

O irmão está certo. Quanta besteira existem em certas igrejas que se dizem evangélicas. Não tem nada na Bíblia falando sobre essa unção. Que horror! Paulo nunca andou de quatro, nem urrou como leão.. acho que essas pessoas não lêem a Bíblia. Que vergonha!

Postar um comentário

Deixe aqui o seu comentário!
[Identifique-se com o seu nome e e-mail]

Siga por Email

Assine O Bereano

Seguidores