sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

A "missionarinha" e as falsas curas


Neste vídeo - exibido em 21/10/2010 pelo SBT, no programa Conexão Repórter - assistimos uma menina conhecida por “missionarinha”, que, supostamente, cura pessoas num templo comandado por seu pai, que diz-se “pastor”. Na reportagem, ve-se claramente uma criança utilizada (exploração do trabalho infantil?) e moldada segundo o modelo imposto e emulado por pessoas religiosas e ávidas por sinais e maravilhas (e dinheiro também?) de que Deus a usaria para realizar prodígios de cura. A criança, em entrevista, diz perante as câmeras que é “feliz”, e que “gosta” do que faz e que é “uma criança normal”, com um discurso quase que mecânico programado.

O pior de tudo no que foi exibido (além da clara idolatria à menina curandeira) é que, depois de os declarados instantaneamente “curados” irem à frente - para o êxtase geral dos fiéis que lotavam o templo e, na certa, o gazofilácio daquela "igreja" também - pudemos observar tristes resultados: uma grande piora no quadro clínico de uma senhora que tinha esporões nos pés, sofria grandes dores e não podia andar direito; e o falecimento de um rapaz por complicações de um câncer que atingia os órgãos internos, que lhe causava dores abdominais e que o havia motivado a buscar a cura. Coisas assim têm um impacto arrasador na fé das pessoas e no testemunho cristão. Assim, entrevistado por Roberto Cabrini, âncora do programa, que buscava explicações para essas "curas que não deram" certo, o "pastor" culpou a fé das pessoas, buscando afastar de si as responsabilidade pelas melhoras que não ocorreram.

Infelizmente, isso não é um evento isolado, mas algo "normal" e habitual no meio pentecostal. Como já propomos aqui no blog (e ninguém ainda aceitou o desafio), desafiamos este "pastor" e sua "missionarinha" (e qualquer outro penteca) a ir ao hospital do câncer infantil de sua cidade e curar as crianças que estão ali sofrendo e morrendo todos os dias. A fé de uma criança é a maís pura e genuína que existe, então a estas não poderão acusar de que a cura não aconteceu por falta de "fé"! Por que ninguém vai? Será que o "deus" dos pentecas é frouxo e mentiroso?

8 comentários:

Marcieth D´ Cristo disse...

Paz Caro Irmão...
é sempre muito triste saber que existem pessoas enganando e outras inocentemente se deixando ser enganadas....apoio a luta contra toda e qualquer seita que queira falsificar o evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo...Que Deus continue abençoando o vosso trabalho

José disse...

Minha mãe era membro de uma igreja pentecostal de uma pessoa que se auto-intitulava “missionário” (ele tinha até um programa de rádio). Durante os cultos ele dizia que “deus” revelava a ele as pessoas que estavam doentes e se elas fossem lá à frente seriam curadas. O interessante que todas as “revelações” eram subjetivas, do tipo “alguém com dor”, ou com “problemas financeiros”, etc. Ele não dizia o nome da pessoa e nem apontava diretamente para ela, apesar de dizer que sabia quem eram, pois “deus estava revelando” (dizia que se apontasse ou dissesse o nome a pessoa iria a frente por pressão e não por fé). Como ele era o “pastor” da igreja, ficava muito fácil para ele saber dos problemas dos membros. Em certo culto ele “revelou” que havia alguém ali que sofria de diabetes. Minha mãe é diabética e de imediato se identificou com a tal revelação. Depois de certa insistência do tal “missionário”, a minha mãe se convenceu que seria ela a escolhida por “deus” aquela noite para ser curada e levantou a mão e foi à frente, aos gritos de glória e aleluia de uma platéia eufórica. Após todo aquele show emotivo e de toda aquela lavagem cerebral (e claro, o recolhimento de gordas ofertas) minha mãe voltou para casa convencida que estava curada. Durante um tempo a minha mãe se sentiu bem (efeito placebo) mas, como foi mostrado no filme, ela voltou a ter os sintomas e voltou ao médico onde foi comprovado que ela ainda era diabética. Ela foi conversar com o tal “missionário” e o descarado disse que ela tinha sido curada sim, mas que por causa da falta de fé dela (porque ela não deixou de tomar a insulina [e graças a DEUS por isso, pois senão ela teria morrido como já ocorreu com outros casos no meio pentecostalista]) a doença voltou. Resultado de tudo isso: hoje a minha mãe esta afastada e não congrega em igreja nenhuma, e meu pai e meu irmão não querem nem saber do evangelho. O pior de tudo é que depois de um tempo foram descobertas uma serie de escândalos envolvendo o tal “missionário” e os filhos, que escandalizou e envergonhou o Verdadeiro Evangelho. Hoje a tal igreja ainda existe, mas sofreu vários rachas e tragédias (como a morte da esposa do tal “missionário” num trágico acidente) mas ainda concentra um bom numero de pessoas que continuam a serem enganadas e ludibriadas.

Cidinha disse...

Aqui na minha cidade tem um pastor (que é narcisista até no nome) que nas últimas eleições para prefeito da cidade ele se candidatou. Durante um culto de domingo (semana antes da eleição), com a igreja lotada, ele disse ter tido uma revelação de deus de que iria ganhar a eleição. No dia da eleição, ele e alguns membros da igreja dele se reuniram com um carro de som em frente a uma das maiores seção eleitoral da cidade (uma escola) e ficaram cantando alto e gritando palavras de ordem (que no linguajar deles seria profetizando a vitória), num descarado crime eleitoral (mas disfarçado de culto evangélico). Resumindo: ele tomou uma verdadeira surra nas eleições e no culto do domingo seguinte disse que (novamente com a igreja cheia e no maior descaramento) deus realmente tinha revelado só que não disse em qual eleição ele ganharia. O pior de tudo é que a igreja continua cheia e o ego dele também. Na Bíblia vemos que quando alguém profetizava algo e isto não se cumpria, logo ficava provado que não era de Deus e o (falso) profeta era morto a pedradas (se isto ainda fosse utilizado hoje em dia teriam que abrir mais cemitérios para caber todos os charlatões que estão por aí!)

Marcos Luis disse...

O que podemos ver hoje nas igrejas evangélicas é a buscam pela facilidade em se obter as coisas e não o que o Senhor que nos mostar. Infelizmente isso também ocorre por ignorância do próprio povo que não procurar ler e enterder os designios do Senhor esclarecidos através da Bíblia, pois é mais fácil ouvir de outra pessoa com isso se deparam no final com o desespero e a indignação "Porque com o irmão prospera e eu não" Só que o que o Senhor Jesus veio nos mostrar que não é através de riquezas, ter um carrão na garagem é que eu irei conseguir ser feliz e sim ter consigo a paz que excede a todo o entendimento e que só Ele pode dar e que na vida teremos aflições mas temos que ter bom ânimo e também que devemos aprender com os erros e ter a consiência de que vivemos nesse mundo e que estamossujeitos a várias interpéries, só que temos que ter conosco o ESpirito Santo que nos mostra que após tudo isso ainda somos agraciados por essa novidade de vida e que na medida do possível mostrar as outras pessoas através de nossos atos, pois só conhecemos as arvores pelos frutos que ela dá.

Marco Antonio disse...

Os profetas profetizam "falsamente", e os sacerdotes "dominam" pelas mãos deles, e o meu povo assim o "deseja"; mas que fareis ao fim disso? Jr. 5: 31.

Anônimo disse...

FICO PREOCUPADO COM CERTAS PROMESSAS DE CURA,USANDO NOME DE DEUS SENDO QUE O SENHOR,CURA QUANDO ELE QUER,E NÃO QUANDO O HOMEM EXIJE,QUANDO JESUS CURAVA OS ENFERMOS,JAMAIS ELE FEZ ISSO TODO INSTANTE.

SEBASTIÃO

PABLO disse...

E muito triste ver as pessoas iludibriadas por esses trambiqueiros da FÉ, prometendo curas çao povo que não sendo que essa decisão parte do proprio Deus e não de nós mesmos. Minha mãe e meu Pai s~çao de uma igreja do G12/M12 e nuitas vezes tem gente que chegou e disse pra ela que ela estava curada sendo que vemos nitidamente que ela nação é uma pessoa curada de uma doença chamada Cisticercose e irreversível pela medicina, por "pastores" com supostas "revelações". Isso me deixa muito triste, esses picaretas sao iguais a abutres na carne pobre, não tão nem vendo exploram os pobres sem dó e sem piedade. E o povo na ignorância e seu analfabetismo bíblico está percendo.

Batista disse...

Pastor continua a explorar filha de 6 anos com a omissão das autoridades. Explorada desde os três anos. Pra que serve o ECA?

http://www.paulopes.com.br/2010/10/pastor-continua-explorar-filha-de-6.html

Postar um comentário

Deixe aqui o seu comentário!
[Identifique-se com o seu nome e e-mail]

Siga por Email

Assine O Bereano

Seguidores