domingo, 17 de janeiro de 2010

10 razões pelas quais você deve rejeitar o movimento pentecostal

Um dos movimentos mais confusos que veio à tona na cena religiosa deste último século foi, sem a menor sombra de dúvida, o chamado movimento pentecostal. Esse movimento perverteu muitos crentes despreparados e neófito, bem como muitos incrédulos, desencaminhando-os para doutrinas falsas, heresias e meninice. Leitores, considere comigo 10 razões pelas quais você deve rejeitar o movimento pentecostal:

1. A Bíblia não é a Autoridade Final no movimento pentecostal! Os pentecostais ignoram sistematicamente a Autoridade e Doutrinas Bíblicas, demonstrando claramente esse desprezo usando fora do contexto, o verso que diz (se referindo à lei) que a "…letra mata…" (II Co 3:6). A Bíblia, todavia, diz em outro trecho: "Toda a Escritura é divinamente inspirada, e proveitosa para ensinar…" (II Tm 3.16). Outra prova disso é a pesada influência do movimento pentecostal ao apoio das versões modernas da Bíblia. O líder da [demoníaca] renovação carismática, que dividiu os Baptistas na década de 60, Enéas Tognini, apesar de alegar vários "dons do Espírito Santo", parece que não consegue saber o mais básico assunto da vida cristã que é justamente onde está a Palavra de Deus, já que ele usa e defende a maior e a mais clara FALSIFICAÇÃO da Bíblia em português que é a Bíblia na Linguagem de Hoje!

2. O movimento pentecostal enfatiza O Espírito Santo, enquanto a Bíblia diz que o Espírito Santo glorifica a Jesus Cristo! A Bíblia diz: " Ele me glorificará…" (Jo 16:14) .

3. O movimento pentecostal acomoda o mundo com sua música rock, danças, coreografias, vestes imodestas, celebridades e shows. A Bíblia diz: "… qualquer que quiser ser amigo do mundo constitui-se inimigo de Deus." (Tg 4:4).

4. O movimento pentecostal promove o ecumenismo! Nenhum outro movimento "evangélico" foi tão bem sucedido em promover o ecumenismo como o movimento pentecostal. Bíblia diz: "…saí do meio deles, e apartai-vos, diz o Senhor…" (II Co 6:17). E ainda mais: "…Sai dela, povo meu, para que não sejas participantes dos seus pecados…" (Ap 18:4).

5. O movimento pentecostal é orientado para a EXPERIÊNCIA! O abuso escandaloso em círculos pentecostais chegou ao ponto ridículo de se imitar vozes e gestos de animais (leão, cachorro, galinhas, cobras etc...) semelhante aos cultos demoníacos, nos quais as pessoas são possessas e se contorcem no chão em poses indecentes! Isso ocorre em muitas igrejas pentecostais sem a menor refutação por parte dos membros nem líderes que são os maiores culpados dessa blasfémia e querem que os outros acreditem que esse show deprimente e tenebroso vem de Deus. A Bíblia diz a respeito de muitos que eram cheios de experiências espirituais e dons: "…Nunca vos conheci; apartai-vos de mim, vós que praticais a iniquidade." (Mt 7:21). Que tragédia!

6. O movimento pentecostal busca sinais como atalho para espiritualidade! A Bíblia diz: "…tudo o que não é de fé, é pecado." (Rm 14:23).

7. O movimento pentecostal declara que as (suas) línguas são linguagens celestiais. A Bíblia diz claramente que aquele fenómeno era simplesmente um dom espiritual que consistia na capacidade dada aos discípulos de falar linguagem humana existente: "Como, pois, os ouvimos cada um, na nossa própria língua em que somos nascidos?" (At 2.8. Note também que, no Novo Testamento, após Atos capítulo 2, aqueles discípulos, incluindo os apóstolos, não falaram mais em línguas desconhecidas! Leia todo o Novo Testamento e procure-os falando em línguas desconhecidas. Você não achará!

8. O movimento pentecostal clama que a cura física está na promessa da Expiação. Esse ensino é fácil de ser refutado. Se isso fosse verdade, nenhum crente morreria! Depois de dois mil anos de história, é óbvio que milhões de crentes salvos em Jesus Cristo, incluindo piedosos missionários e outros incontáveis crentes cheios do Espírito Santo, morreram vítimas de terríveis e inúmeros tipos de doenças! A Bíblia diz claramente que o maior agente de cura no novo Testamento (exceto Jesus Cristo), o apóstolo Paulo, não podia curar o seu próprio amigo! Isso prova que os dons miraculosos foram cessando mesmo na era apostólica: "Erasto ficou comigo em Corinto, e deixei Trófimo doente em Mileto." (II Tm 4:20).

9. O movimento pentecostal negligencia o ensino claro da ordem na igreja. A Bíblia diz: "As mulheres estejam caladas nas igrejas…" (I Co 14.34). Para os homens: "E, se alguém falar em língua desconhecida, faça-se isso por dois, ou quando muito três, e por sua vez, e haja intérprete." (I Co 14:27). "As línguas são um sinal…" (I Co 14:22). Esse sinal temporário era para os judeus e já cessou: "…havendo línguas, cessarão…" (I Co 13.8. "Mas, quando vier o que é perfeito, então o que o é em parte será aniquilado." (I Co 13:10) O "perfeito" aqui é, sem a menor sombra de dúvida, o cânon encerrado (Ap 22:21) das Escrituras.

10. O movimento pentecostal clama o endosso de Deus para suas práticas. A Bíblia, entretanto, proclama que Satanás também é "pentecostal"! Esses pentecostais "cheios do poder", cheios de arrogância espiritual, não são prova de NADA, pois a Bíblia diz: "A esse cuja vinda é segundo a eficácia de Satanás, como todo o poder, e sinais e prodígios de mentira." (II Ts 2:9), "E faz grandes sinais, de maneira que até fogo faz descer do céu à terra, à vista dos homens." (Ap 13:13).

Conclusão

É impossível um eleito (salvo) morrer sendo ainda um pentecostal. Eu creio que lá há alguns cristãos, mas ainda vão se arrepender e sair de lá. Porém muitos estão enganando a si próprios nesse movimento, que prega, inclusive, a perda da salvação, que é a maior heresia e ensino falso de todo o movimento pentecostal - Renovado. Isso é a mesma coisa que salvação pelas obras! Se alguma pessoa nesse movimento, crê na salvação pelas obras, não é possível que seja salva. Lembremo-nos também que, multidões lotando templos (argumento preferido dos pentecostais para tentar autenticar suas crenças) ou "denominações super-poderosas", não significam absolutamente NADA nos dias de apostasia em que vivemos. Saia da confusão, "Porque não ignoramos os seus ardis." (II Co 2:11).

8 comentários:

Anônimo disse...

Estimado Bereano!!! Louvo ao Senhor Deus, por este estudo.
Fica aqui registrado o quanto isso me fez bem espiritualmente. EXPLICO: estou cansada desta ORGIA PENTECOSTAL que tomou conta das "igrejas". Não consigo mais nem ir a um culto, tudo está contaminado. Colocastes muito bem ou melhor relacionastes muito bem de forma fotográfica esta Babilônia Penteca do séc. 21. Sabemos que isso faz parte da fidelidade da PALAVRA DE DEUS se cumprindo a risca o que estava escrito pelos profetas do SENHOR DEUS. Então não é SURPRESA, apenas estamos constatando que a APOSTASIA está acontecendo debaixo de nossos olhos. Bem, como a Palavra diz: Quem tem ouvidos ouça o que o Espírito diz as Igrejas". É assustador mas ao mesmo tempo confortante. Pois já que constatamos a veracidade na PALAVRA DE DEUS, SEGUIMOS CONFIANTES DO QUE LÁ ESTÁ ESCRITO.
MARÁNATA!!!! ELE ESTÁ VINDO! ABRAÇOS VERA LEMOS - CAPÃO DA CANOA RS.

Ezequiel disse...

Querido, seu estudo é precioso e trás a todos nós ensinamentos biblicos. Concordo plenamente com sua posição até porque é com base biblica, porem permita-me dizer que apesar de tudo devemos como o apostolo Paulo em Fp 1.17-18, olhar para essas igrejas e ter a certeza de que Cristo é dado a conhecer, porque muitos dos que lá assistem buscam também as verdades biblicas.
Devemos exortar sim, para que todos sigamos o exemplo dos crentes de bereia que tudo o ouviam eles confirmavam na biblia para que assim não nos deixemos levar por ensinamentos de homens mas nos firmemos na santa e verdadeira palavra de Deus.
Graça e Paz.
EZEQUIEL

Anônimo disse...

Eu estava pesquisando no Google sobre a verdadeira origem da Igreja Assembléia de Deus e por acaso encontrei esse blog. Vocês estão de parabéns por que tiraram todas as minhas dúvidas. Eles realmente não tem base bíblica para as suas teses e ainda mais a maioria (existem excessões é claro pois em cada igreja Deus tem ainda os Seus - Ele os chama "Sai dela povo meu para não participardes dos seus flagelos")são mui ignorantes, eles não sabem conversar, só discutir. Voltando ao assunto, obrigado por esse site ser uma perfeita fonte de pesquisa sobre a verdadeira face do pentecostalismo, tirou muitas dúvidas e agora tenho como refutálos com suas heresias! Continuem assim! Um abraço!

Anônimo disse...

Irmãos, tudo isso é verdade, como conhecedores da palavra e alertados de que tudo isso aconteceria não gostamos desses movimentos e tudo mais que é abominável que vemos estar acontecendo nos dias de hoje. Mas amemos e oremos pelas pessoas.

Anônimo disse...

meu irmão obrigado pela essas palavras ...o povo morre por falta de conhecimento ............

Anônimo disse...

Seu estudo é interessante, mas se você faz parte do "Movimento Adventistas Berianos" uso suas próprias palavras ao dizer que esse movimento é "Um dos movimentos mais confusos que veio à tona na cena religiosa deste último século", e eles dizem que o nome Jesus é pagão, e tal nome só teria aparecido na Bíblia Vulgata, quando o Bispo Jerônimo, a pedido do papa Dâmaso, traduziu as Escrituras do grego para o latim. O nome Jesus significaria J "cavalo" e Esus "Zeus" ou "Júpiter" para os romanos (divindades pagãs), portando uma blasfêmia contra o próprio Jesus (YEHOSHUA)e Deus o Pai. Portanto, acreditam também que a pronúncia correta deveria ser na língua original YEHOSHUA no hebraico. Com base na transliteração grega IESUS lemos em nossa língua Jesus. Assim como do hebraico (Yehôshua‗ = Josué), ou de sua forma abreviada (Yeshua‗ = Jesus) que significa "Deus é Salvação". O Novo Testamento foi escrito em grego para também ajudar na pregação do evangelho aos judeus da diáspora (judeus que viviam foram de Jerusalém) e para os gentios que falavam o idioma grego e também romano. O nome Yeshua ("Jesus")já existia há pelo menos 600 anos no meio judaico quando Jerônimo (347-420 A.D.) preparou sua tradução da Bíblia para latim, conhecida como a Vulgata. Ele não criou esse nome "Jesus" e sim transliterou do grego para o latim. Isso é normal numa língua original que é traduzida para outra língua. O som de "sh" da letra hebraica (shin) é sempre transliterado em grego por um s (sigma). Assim, por exemplo, o hebraico (Moshê) é transliterado em grego por (Moysés), de onde vem a forma latina Moisés. O sigma no final do nome Iesous é uma característica natural de certos nomes masculinos em grego (indicando o caso nominativo, a forma básica do nome; o mesmo ocorre com o nome Moisés). Dizer que Yesus é o correspondente hebraico de Jesus (porque o J representa divindade pagã) é desconhecer as línguas bíblicas e a maneira como nomes hebraicos foram traduzidos para o grego na antigüidade. Espero que o nobre colega não seja parte desse movimento tão absurdo quanto os pentecostais. Grato!

J.D. Berean disse...

Respondendo ao comentário acima: NÃO fazemos parte deste movimento herético.

Ednéa Menezes disse...

Obrigada por essa explicação pois o que vejo hoje nas igrejas são cenas devastadoras.
Que envergonham o evangelho de Cristo.

Postar um comentário

Deixe aqui o seu comentário!
[Identifique-se com o seu nome e e-mail]

Siga por Email

Assine O Bereano

Seguidores