terça-feira, 16 de setembro de 2008

Seria Bíblico as Divisões Causadas Pelo Pentecostalismo?

"Rogo-vos, porém irmãos, pelo nome de nosso Senhor Jesus Cristo, que digais todos a mesma coisa, e que não haja entre vós divisões, para que sejais unidos no mesmo sentido e no mesmo parecer".(I Co 1,10)
"Procurando guardar a unidade do Espírito no vinculo da paz". (Ef 4.3)

Entre os fundadores do pentecostalismo havia uma palavra de ordem: Divida-os! Não meus irmãos. Não é assim que aprendemos de Cristo. Vejamos o caso das igrejas batistas renovadas, ou do evangelho pleno como algumas são chamadas. As renovadas saíram de nosso meio em 1965, justamente no ano da grande campanha evangelística. Pergunto: Deus estava no meio dessa divisão? É evidente que não. Naquele ano as igrejas batistas estavam empenhadas a evangelizar o Brasil! Porém, algumas delas, lideradas pelo pastor Enéias Tognini, estavam preocupadas em dividir o corpo de Cristo. Essas igrejas foram excluídas da comunhão das igrejas batistas e se foram excluídas seus pastores não tinham mais a autoridade de batizar nem dar autoridade para o ato. Mesmo levando o nome de batistas, devem ser tidas como as outras igrejas pentecostais. Porque se são chamadas batistas? Primeiro porque foram excluídas. Segundo porque nasceram de divisões, e Deus não está no meio de divisões.

Já as igrejas batistas do Evangelho Pleno, só pelo nome ofende nossas co-irmãs das quais elas se originaram. Se intitulam-se do evangelho pleno é porque a outra não é. Então, que tipo de evangelho tem a outra? Pelo que dizem temos um evangelho pela metade. Notem, além de saírem excluídos por causarem divisões, tem a coragem de colocar um nome ofensivo às igrejas verdadeiras.

Pr. Gilberto Stefano

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui o seu comentário!
[Identifique-se com o seu nome e e-mail]

Siga por Email

Assine O Bereano

Seguidores