domingo, 30 de janeiro de 2011

Notícias mentirosas em site pentecostal sobre ressurreições em Teresópolis repercutem no exterior

Sensacionalismo em meio à tragédia: Site pentecostal altera capa de jornal para divulgar falsa ressurreição

O Brasil passou recentemente pelo maior desastre natural de sua história. Enquanto centenas de pessoas choram seus mortos e outros milhares ainda precisam de ajuda, boatos que rondam esse tipo de situação surgem a todo momento.

Infelizmente, algumas notícias falsas chegaram também à internet e foram reproduzidas nesta semana no Heling Herald. O site cristão divulgou uma nota sobre a suposta ressurreição de 16 pessoas em Teresópolis. Para piorar, a imagem de capa do jornal Diário de Teresópolis foi manipulada digitalmente para tentar atestar o que foi chamado de “sinal divino”.

Propriedade de membros da igreja Bethel, na Califórnia, o site cristão se diz especializado em relatar curas e milagres. Eis um trecho da matéria que, segundo o Hearling Herald, teria sido extraída do jornal Diário de Teresópolis:

Uma enfermeira está liderando uma equipe de missionários formada por médicos e enfermeiros no Brasil. Eles saíram em 13 de janeiro e ficarão por lá até o dia 28 de janeiro. No dia 12 houve grandes enchentes no Brasil e mais de 600 pessoas morreram. Eles não viajaram por esse motivo, mas estavam lá quando tudo aconteceu. Apenas uma pessoa da equipe já havia experimentado o poder do Espírito Santo em milagres! Ela pediu a amigos para que orassem, e eles atenderam.

Um amigo enviou-lhe um curto e-mail no dia 13, com uma palavra pequena, e ela conta como a equipe foi abençoada por aquilo. Na noite seguinte, o mesmo amigo lhe enviou outro e-mail. A enfermeira disse que quando leu o e-mail para sua equipe na capela, no sábado (15/1) pela manhã, todos os membros da equipe caíram sob o poder de Deus. Elas ficam incapazes de se mover por mais de uma hora, enquanto alguém relia o e-mail sem parar. Depois, o Espírito Santo lhes disse para ir ao necrotério orar pelos mortos e eles obedeceram imediatamente. [...]

Eis a transcrição da suposta notícia do jornal brasileiro, segundo o Healing Herald:

CALEME, Teresópolis, Brasil – As pessoas do bairro do Caleme testemunharam sábado (5/1), corpos ressuscitados dentre os mortos na rua. Outros 10 corpos do necrotério foram trazidos de volta à vida. Uma mulher que morreu afogada também voltou a viver. As pessoas em Caleme informaram que cinco homens estrangeiros se aproximaram dos corpos e gritaram: “Levante-se [sic] e vivam em nome de Jesus”. Os corpos começaram a tremer, se levantaram, caminharam e agora todos estão vivos.

Os outros que voltaram à vida estavam no necrotério desde quarta-feira. As pessoas têm falado com os ressuscitados, que ainda estão fracos, mas que foram capazes de relatar: “Eu estava em um lugar escuro, com muitas pessoas chorando, gritando. Eu estava dormindo? Agora eu estou vivo! “. “Eu sei que estava morta. Eu estava em um lugar escuro, feio. Não sei o que aconteceu, mas estou de volta à vida. Deus está vivo”. As famílias desses mortos agora comemoram com muita alegria. Há esperança no bairro Caleme desde sábado.


Sediado em Terosópolis, o site Badarts publicou uma denúncia repudiando a falsa notícia. Depois de receber email contestando os fatos apresentados, desde ontem o site da igreja americana exibe um alerta de que a notícia “pode não ser verdadeira”, mas diz confiar em suas fontes. Deixa ainda explícito na nota que acreditar ou não no milagre é uma escolha do leitor.

Infelizmente, parte da chamada “imprensa cristã” não checa as fontes e divulga fatos que não podem ser comprovados. Apelar para a fé e supostamente defender a “ação de Deus” em casos como esse é uma manipulação da notícia e dos leitores. Esse tipo de notícia se espalha rapidamente na internet e foi reproduzida como fatual em vários sites e divulgada no Twitter. Não é a primeira vez que esse tipo de coisa acontece (leia aqui).

Extraído do PavaBlog

sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

A "missionarinha" e as falsas curas


Neste vídeo - exibido em 21/10/2010 pelo SBT, no programa Conexão Repórter - assistimos uma menina conhecida por “missionarinha”, que, supostamente, cura pessoas num templo comandado por seu pai, que diz-se “pastor”. Na reportagem, ve-se claramente uma criança utilizada (exploração do trabalho infantil?) e moldada segundo o modelo imposto e emulado por pessoas religiosas e ávidas por sinais e maravilhas (e dinheiro também?) de que Deus a usaria para realizar prodígios de cura. A criança, em entrevista, diz perante as câmeras que é “feliz”, e que “gosta” do que faz e que é “uma criança normal”, com um discurso quase que mecânico programado.

O pior de tudo no que foi exibido (além da clara idolatria à menina curandeira) é que, depois de os declarados instantaneamente “curados” irem à frente - para o êxtase geral dos fiéis que lotavam o templo e, na certa, o gazofilácio daquela "igreja" também - pudemos observar tristes resultados: uma grande piora no quadro clínico de uma senhora que tinha esporões nos pés, sofria grandes dores e não podia andar direito; e o falecimento de um rapaz por complicações de um câncer que atingia os órgãos internos, que lhe causava dores abdominais e que o havia motivado a buscar a cura. Coisas assim têm um impacto arrasador na fé das pessoas e no testemunho cristão. Assim, entrevistado por Roberto Cabrini, âncora do programa, que buscava explicações para essas "curas que não deram" certo, o "pastor" culpou a fé das pessoas, buscando afastar de si as responsabilidade pelas melhoras que não ocorreram.

Infelizmente, isso não é um evento isolado, mas algo "normal" e habitual no meio pentecostal. Como já propomos aqui no blog (e ninguém ainda aceitou o desafio), desafiamos este "pastor" e sua "missionarinha" (e qualquer outro penteca) a ir ao hospital do câncer infantil de sua cidade e curar as crianças que estão ali sofrendo e morrendo todos os dias. A fé de uma criança é a maís pura e genuína que existe, então a estas não poderão acusar de que a cura não aconteceu por falta de "fé"! Por que ninguém vai? Será que o "deus" dos pentecas é frouxo e mentiroso?

quinta-feira, 13 de janeiro de 2011

O caos carismático

O que é verdadeira espiritualidade? Deus promete saúde e prosperidade a todos os crentes? Como os dons espirituais atuam? Respondendo a essas perguntas, John MacArthur faz um exame do movimento carismático e de seu efeito na igreja de Cristo. "Minha principal preocupação", afirma o autor, "é conclamar a igreja para um compromisso firme com a pureza e a autoridade das Escrituras e, por meio desse compromisso, fortalecer a unidade da igreja verdadeira". Este lançamento é uma exortação para que os leitores conheçam o que Palavra de Deus ensina acerca de milagres e revelações.

Baixe este livro (gratuito) diretamente da editora:

www.editorafiel.com.br/caoscarismatico/

Siga por Email

Assine O Bereano

Seguidores