sábado, 27 de novembro de 2010

Um Templo ou um Teatro?

Os homens parecem nos dizer: "Não há qualquer utilidade em seguirmos o velho método, arrebatando um aqui e outro ali da grande multidão. Queremos um método mais eficaz. Esperar até que as pessoas sejam nascidas de novo e se tornem seguidores de Cristo é um processo demorado. Vamos abolir a separação que existe entre os regenerados e os não-regenerados. Venham à igreja, todos vocês, convertidos ou não-convertidos. Vocês têm bons desejos e boas resoluções: isto é suficiente; não se preocupem com mais nada.

É verdade que vocês não crêem no evangelho, mas nós também não cremos nele. Se vocês crêem em alguma coisa, venham. Se vocês não crêem em nada, não se preocupem; a 'dúvida sincera' de vocês é muito melhor do que a fé".

Talvez o leitor diga: "Mas ninguém fala desta maneira". É provável que eles não usem esta linguagem, porem este é o verdadeiro significado do cristianismo de nossos dias. Esta é a tendência de nossa época. Posso justificar a afirmação abrangente que acabei de fazer, utilizando a atitude de certos pastores que estão traindo astuciosamente nosso sagrado evangelho sob o pretexto de adaptá-lo a esta época progressista.

O novo método consiste em incorporar o mundo à igreja e, deste modo, incluir grandes áreas em seus limites. Por meio de apresentações dramatizadas, os pastores fazem com que as casas de oração se assemelhem a teatros; transformam o culto em shows musicais e os sermões, em arengas políticas ou ensaios filosóficos. Na verdade, eles transformam o templo em teatro e os servos de Deus, em atores cujo objetivo é entreter os homens. Não é verdade que o Dia do Senhor está se tornando, cada vez mais, um dia de recreação e de ociosidade; e a Casa do Senhor, um templo pagão cheio de ídolos ou um clube social onde existe mais entusiasmo por divertimento do que o zelo de Deus?

Ai de mim! Os limites estão destruídos, e as paredes, arrasadas; e para muitas pessoas não existe igreja nenhuma, exceto aquela que é uma parte do mundo; e nenhum Deus, exceto aquela força desconhecida por meio da qual operam as forças da natureza. Não me demorarei mais falando a respeito desta proposta tão deplorável.

Charles Haddon Spurgeon (1834 - 1892)

sábado, 20 de novembro de 2010

USB é do demônio!

A igreja pentecostal "paz do senhor amado" (interior de SP) proíbe seus fiéis de usar toda e qualquer tecnologia USB (Universal Serial Bus), por alegar que o símbolo seja uma apologia ao demônio.

De acordo com seu fundador, o "apóstolo" Welder Saldanha, "o símbolo daquilo (nome que ele se recusa a pronunciar) é um tridente, que é usado para torturar almas que vão para o inferno. Usar um símbolo daqueles apenas mostra que todos os usuários dessa pífia tecnologia são de fato, adoradores de satã".

Todos os seus seguidores tiveram que trocar as conexões USB por conexões comuns e até mesmo pelo Bluetooth, que conforme os "ensinamentos" do tal "apóstolo" é permitido, pois "Azul era a cor dos olhos de nosso salvador Jesus Cristo" (sic).

Algumas considerações sobre esta mais nova (mais uma entre tantas) bizarrice  pentecostal:

1. A tecnologia Bluetooth (dente azul, em Inglês), destinada à comunicação sem fios entre computadores e outros dispositivos portáteis, recebeu o seu nome a partir do imoral rei Haroldo I Dente-Azul da Dinamarca. O logotipo sugere este fato através da utilização das letras rúnicas que correspondem às suas iniciais, H e B. O nome foi escolhido em virtude de o monarca representar a unificação da Dinamarca, algo que a nova tecnologia também pretende realizar com o mundo dos dispositivos móveis. Portanto, usando a mesma lógica imbecil do tal "apóstolo", o Bluetooth também seria "coisa do capeta".

2. De onde este indivíduo tirou que Cristo tinha olhos azuis? Jesus era europeu por acaso? Onde consta isto na Bíblia?

3. Onde está escrito na Bíblia que o diabo usa tridente? Onde na Bíblia está escrito que é o diabo que irá torturar as almas no inferno (leia)?

Aguardo a suas respostas, "apóstolo" (e que sejam baseadas na Bíblia, Livro este que você com certeza nunca leu). Agora, de uma coisa você já serviu: acaba de enriquecer a minha lista de as Idiotices que já ouvi de um pentecostal e de confirmar o que cada dia está ficando mais claro para quem quer ver: pentecostalismo é a maior estratégia que satanás tem usado para tentar destruir a Igreja do DEUS Vivo através de um "outro evangelho".

Mas, ainda que nós mesmos ou um anjo do céu vos anuncie outro evangelho além do que já vos tenho anunciado, seja anátema. Assim, como já vo-lo dissemos, agora de novo também vo-lo digo. Se alguém vos anunciar outro evangelho além do que já recebestes, seja anátema (Gálatas 1:8-9).

J.D. Berean

Siga por Email

Assine O Bereano

Seguidores